quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

A incrível máquina de escrever digital VII


Embora a internet já esteja popularizada, ainda tem muita gente achando que é coisa do futuro, mas se observarmos bem, o futuro é agora e o uso da internet está bem generalizado. O grande problema é que as pessoas associaram os computadores de mesa com a internet, quando na realidade pode-se conectar a internet de vários aparelhos, basta que eles tenham algum microcomputador embutido. Um grande exemplo são as máquinas fotográficas atuais, que depois de tirar a foto pode enviar essas fotos automaticamente para uma conta na internet ou mesmo serem publicadas instantaneamente.

Uma coisa comum nas repartições públicas e até mesmo em algumas repartições de empresas particulares e se ver funcionários carregando várias pastas cheias de papéis e segundo eles são projetos e até mesmo questionários de levantamento estatístico. Talvez pelo fato de não saberem que é possível se fazer levantamento estatísticos usando os tablets ou Smartphone e associados com formulários digitalizados que preenchidos e enviados pela internet são catalogados em um banco de dados (até mesmo em planilhas) e as respostas são somadas automaticamente gerando os gráficos de maneira instantânea.

O fato das pessoas sempre fazerem os projetos, levantamentos estatísticos e controle de inscrições utilizando do método tradicional usando papel gera um gasto bastante elevado para as empresas. Claro que a grande maioria não percebe que os gastos não são só o fato do papel e sim é que esse uso do papel se gasta energia para imprimir esses papéis, tinta de cartucho ou toner e ainda para os documentos que precisam ser enviados para filiais das empresas tem o gasto adicional com transporte. Além dos gasto mencionados anteriormente, temos um gato extremamente importante que não é tão visível, que é o tempo gasto em se realizar essas atividades de maneira manual tradicional.


Antônio Carlos Vieira
Licenciatura Plena - Geografia (UFS)
www.carlosgeografia.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário